Sistema de Balizagem Marítima

Apenas em 1980 foi aprovado em Tóquio um novo sistema de balizagem comum já que até à altura existiam mais de 30 sistemas diferentes. Neste sistema existem cinco tipo de marcas. Destas somente as Marcas Laterais são diferentes segundo as regiões A e B sendo exactamente o contrário relativamente às cores. A região B engloba todo o continente americano (norte e sul), Japão, Filipinas e Coreia sendo o restante afecto à região A. A Balizagem é referida à entrada dos portos, canais e rios.

Marca Lateral

(Região A)

Ao entrar num porto, subir um canal ou rio dê bombordo a estas bóias. A sua numeração é sempre par.   Luz vermelha qualquer ritmo
estibordo a estas bóias. A sua numeração é sempre ímpar.   Luz verde qualquer ritmo

Canal Principal

(Região A)

Estas bóias são preferenciais ou seja podemos dar qualquer dos bordos sendo preferível o bombordo  
Ritmo da luz
Estas bóias são preferenciais ou seja podemos dar qualquer dos bordos sendo preferível o estibordo  
Ritmo da luz

Marcas Cardinais

Devemos passar a (N,S,W,E), segundo a respectiva boiá cardinal de modo a evitar o perigo.

   

N
   


Ritmo das luzes
   

 


Ritmo das luzes


ZONA DE
PERIGO


Ritmo das luzes
 
W

 

E
   

   


Ritmo das luzes
   

S

Perigo Isolado

Destinado a assinalar um perigo isolado com fundos navegáveis à volta
Ritmo da luz

Marcas de Águas Limpas

Eixo do canal. Devemos dar sempre bombordo  
Ritmos da luz

Marcas Especiais

Não tem por fim ajudar a navegação.
Podem indicar zonas de fundear, exercícios militares, zonas de despejos, etc.
Luz amarela se usada

 

Zona de Mergulho

Um boia com a letra A do C.I.S. indica uma zona com mergulhadores na água.